Nova onda de Fusões & Aquisições no Mundo

É tempo de pós 2008, a ressaca finalmente está chegando ao fim?

Sinais positivos não faltam, para uma mudança, começando com a retomada da atividade do mercado internacional, segundo avaliação anual do Boston Consulting Group sobre as tendências das fusões e aquisições apresentadas no Relatório Global sobre M&A da BCG. A base de dados de quase 40 mil operações desde 1990, mostra, um mercado de M&A estabilizado em 2013, embora em níveis decepcionantes, depois da anemia de 2011 e da lentidão de 2012, .

O mercado M&A entrou 2014 com vento de cauda forte, diante do anúncio de tantas megadeals nos primeiros seis meses, como nos dois anos anteriores juntos.

Múltiplos fatores estão a alimentando este ressurgimento. Taxas de juros baixas, a ampla disponibilidade de capital, um cenário econômico menos incerto e altos níveis de retorno para os fundos de private equity, formam um bom presságio para o futuro. Além disso, dando continuidade a tendência iniciada há alguns anos, alienações corporativas estão se tomando uma parcela crescente do M & A global .

Nos últimos anos o crescimento do PIB decepcionou em quase todos os lugares, especialmente na Europa e muitas empresas foram impedidas de proseguirem com transações grandes ou agressivas devido à incerteza econômica contínua. O volume e valor dos negócios caiu nos serviços financeiros e setores de metais emineração, após a atividade intensificada nos anos anteriores. A atividade no Japão e uma série de mercados emergentes, especialmente Brasil, Rússia e Índia, também diminuiu. A cada ano, centenas de transações foram anunciadas mas não conseguiram alcançar a perfeição. O número de negócios não concluídos era mais ou menos igual em 2013 e 2012, mas o valor total das ofertas canceladas em 2013 foi maior , incluindo a aquisição de 70% da Koninklijke KPN pela América Móvil por US $ 10 bilhões e a venda da BlackBerry para Fairfax Financial Holdings por US $ 5 bilhões.

No entanto o sentimento de paralização pode mudar rapidamente. O valor total de transações do primeiro semestre de 2014 cresceu 62% sobre o valor das operações nos primeiros seis meses de 2013 e as megadeals representaram mais de 35% do total do primeiro semestre de 2014 em valor de negócios, incluindo cinco operações de mais de US $ 43 bilhões cada, sendo este nível de atividade não observado desde antes da crise financeira. O ritmo quente continuou no segundo trimestre, com a aquisição da Directv da AT & T, a aquisição pela Apple da Electronics, a fusão de US $ 50 bilhões dos fabricantes de cimento Lafarge e Holcim, e a competição acirrada para aquisição dos ativos de equipamentos de energia da Alstom, que pelo que parece a General Electric está prestes a ganhar.

A perspectiva econômica global é a mais positiva em anos, com o crescimento do PIB dos EUA projetado para se aproximar de 3% à medida que avançamos para 2015, e ainda a retomada do crescimento esperado na Europa, embora lento. Fonte BCG Perspectives

Featured Posts
Recent Posts
Archive
Search By Tags

GPAR 

CAPITAL

Conexões Empresariais de Valor

 

Existimos  para promover conexões empresariais de valor,

viabilizando projetos de Fusões & Aquisições, Governança Corporativa, sucessão familiar, profissionalização, reestruturação  

e capitalização de empresas.

 

Nosso diferencial é assistir tecnicamente e legalmente

todos os projetos de forma completa.

Rua Milton Campos, 352, 14o andar,

Nova Lima -MG,  

CEP 34.000.000

Fone: 55 (31) 2515.7777

Email: contato@gparcapital.com.br